fbpx
memoralia - por que a escrita cura

Quando escrevemos podemos promover um processo terapêutico se deixarmos a mente produzir conteúdo e trazer à tona lembranças da maneira mais livre possível. Isso quer dizer liberar por um tempo a psique das restrições conscientes que afligem nosso ego para acessar o conteúdo inconsciente, fonte dos desejos mais internos, muitas vezes esquecidos por baixo de camadas de repressões.

Essas repressões vêm da sociedade, dos preceitos morais, do desenvolvimento infantil, da necessidade de cumprir com expectativas daqueles que amamos e com quem nos identificamos, além de outros traumas e eventos. Quando deixamos isso tudo de lado, mesmo que por um instante, nosso verdadeiro eu pode aflorar.

Como nos sonhos, o que surge na ponta da caneta pode parecer absurdo, insignificante e sem relação direta com a vida pessoal, ou até ser desagradável. Quando relemos esse material, podemos, à princípio, sofrer um estranhamento e ter a impressão de que aquilo não saiu de dentro de nós. Ao mesmo tempo, sabemos que sim, tudo isso faz parte da nossa mente e influencia as nossas emoções. Na verdade, tudo é muito familiar.

A escrita libera o sujeito da vergonha dos desejos recalcados pelo superego, que é a parte punitiva e repressora da nossa psique. Tal como acontece em uma sessão de análise, podemos acessar memórias que não lembrávamos, perceber pensamentos que explicam nosso comportamento, entender como nos enxergamos erroneamente e até qual parte de nós escondemos à sombra. E tudo estará lá, colocado no papel, à espera de interpretação e reabsorção.

O sujeito, portanto, ao trabalhar ideias espontâneas e liberar sua criatividade, cria ficções alimentadas pelas fantasias que vêm do fluxo do inconsciente. Recria a sua história pessoal e promove, pela compreensão desse passado que é presente no inconsciente, a investigação de processos psíquicos individuais e até mesmo o alívio de sintomas neuróticos.

Reconstruindo a memória pessoal, preenchendo as lacunas, podemos trazer à tona uma narrativa que encontre significados novos e amenize sofrimentos que se repetem constantemente. Trata-se de conhecer melhor a si mesmo e poder se desvencilhar das amarras que impedem o fluxo dos verdadeiros desejos.

No curso “Cura pela escrita intuitiva: descoberta do eu interior” abordaremos técnicas para utilizar a escrita como ferramenta de autoconhecimento e ressignificação da narrativa pessoal. Clique na imagem abaixo e saiba mais:

cura pela escrita intuitiva